Arquivo da tag: #sagrado

Feminino e Masculino Sagrado

Feminino e Masculino Sagrado no Equilíbrio da Natureza

Observando a natureza, sagrado é o espelho d’água, onde mar e céu se encontram. Sem misturarem em substância, apenas fazem sentido estando imersos um no outro. Este verso tenta exemplificar a presença de equilíbrios, simetrias e complementariedades na natureza, como berço para a vida, referência e fonte de qualquer reflexão.

Por vezes foi percebido e estudado, em diferentes culturas, fato que o funcionamento da natureza consiste em polos , extremidades. Essas partes distantes e distintas em um ponto, encontram-se no centro, e nas próprias extremidades.

No centro pois qualquer elemento possível está conectado e na verdade é fração do todo. Todo em suas diferentes formas, as vezes, universo, as vezes alguma divindade…agora, ao falar que se encontram nas extremidades, é como a ilustração do yin yang, onde existe um no outro, só há fim com começo e vice versa. O sentido do movimento é a engrenagem do universo, onde as relações sutis e explicitas influem uma na outra.

Feminino e Masculino são representações de aspectos da natureza. São também, relacionados entre si como complementares. No entanto, não pertencem apenas a um gênero ou outro.

O aspecto feminino da natureza também faz parte dos homens e vice-versa. O entendimento dos sexos feminino e masculino é cultural, histórico. Enquanto as essências complementares começam antes e não terminam. 

Embora se confunda sexo, gênero e essências, existem as diferenças como também o profundo relacionamento desses aspectos. Por exemplo: Ser mulher ou ser homem tem suas diferenças, em termos de identidade e socialmente. Essas diferenças fazem parte da compreensão de como as essências masculina e feminina lidam com um mundo tão desorientado em relação a natureza. Tendo em vista os conflitos de relação consigo e o mundo, seja em detalhes, seja em profundidade.

Carne, mente e vibrações da matéria

Quando a complementariedade diz que um polo está no outro em seu começo e fim, gosto de explorar o ciclo da vida: Encontros e desencontros movem o mundo. Seja na afinidade mais sutil, seja nos encontros mais carnais, a ressonância vibracional e ou do tato dão direção a humanidade. Importante ressaltar que a relação entre estes dois aspectos ainda confunde nossa coletividade. As necessidades da alma conflitam com interesses da matéria.

Nesse sentido, começamos a perceber que além dos relacionamentos físicos, existem outros aspectos que fazem parte da vida. Encaixar cotidianos como peças de montar ou algum quebra-cabeças está distante de solucionar o sofrimento. Repetindo que o todo se encontra em cada parte, equilíbrio integral se faz como sentido de ordem.

Feminino e Masculino compõem como polaridades, essências naturais, alguma direção de explorarmos nosso aspectos, e são muitos. Quando pensamos nessas energias muitas vezes carregamos visões preconcebidas sobre. Nesse sentido vou expor breves comentários sobre feminino e masculino, lembrando que estamos discutindo essências. Também importante ressaltar que a relação de cada sujeito com esses aspectos sofrerá drásticas influências de suas condições de sexo e gênero.

Feminino:

Figurado nas grandes mães representa a geração, as condições fundamentais para desenvolvimento de vida. Ligada a sensibilidade até mesmo ao enfrentar bestas ou demônios, sendo certeira e profunda no “golpe”. É principalmente referência do oculto, da magia, a grande sacerdotisa. Dotada de intuição e maturidade, tanto emocional como de sentimento. Seu psiquismo é sutil mas certeiro. Age de dentro para fora, como a mãe Gaia, desabrochando vida, cor e movimento ao longo de seu alcance. Abundancia e prosperidade.

Masculino: 

Figurado nos grandes pais representa fertilidade, as manifestações que complementam a fecundidade  primordial. A semeadura. Ligado ao agir prático  e extroverso. Age de fora para fora, se expandindo além de sua presença e interagindo com a proximidade intervindo no ciclo vigente. Ação transformadora. Concretização e estruturação externa.

Desequilíbrios cruzados  
Esses comentários trazem aspectos gerais, ambas as essências tem sua harmonia e a relação delas em todas as pessoas também. Por exemplo: Masculino desequilibrado pode gerar autoritarismo, violência e agressão, tanto em homens quanto em mulheres.

A relação entre as duas essências em cada sujeito, gera o equilíbrio de cada uma das essências. Ou seja, Trabalhar isoladamente algumas partes da nossa natureza divina  pode ser tenso para o desenvolvimento pessoal. Os relacionamentos afetivos e ou íntimos sofrem imensamente por desequilíbrios, até mesmo aparentemente leves.

Muitas vezes passa despercebida quão delicada a relação entre nossas potências da natureza, pois se habitamos tanto quanto somos habitados pelo universo, fazeis vossa morada justa  e limpa. Lidando com os fluxos internos e externos como coisa única. Trazendo a unidade ao todo.

Ao observar a natureza, Algumas pedras na corredeira desviam todo um fluxo do mais poderoso rio…fios de vento movem gigantescas dunas inteiras num piscar de olhos para o tempo da terra…as referências verdadeiras estão ao alcance, o tempo todo…

 

Meu Sagrado feminino é dançante

Sobre o sagrado de cada um

A dança me leva ao caminho em direção ao meu sagrado…é quando sintonizo na melhor frequência e conecto com o todo!

Ao me apresentar …eu falei que teria espaço para a dança…ahhh a dança!!

Ao meu “sentir”,  a dança tem poder de oração ou uma meditação em movimento. Os sentimentos são extrapolados, ou seja, a manifestação da sensação de transcender…transformar…

Mas eu quero falar sobre a necessidade de você saber com o que se conecta…já parou para pensar?

Pode ser algo simples…olhar o mar…caminhar pelas ruas..ver o sol…a lua…meditar ou até mesmo o “chá das cinco” em que você reserva o horário para si.

Neste momento falamos em entregas…de quando e quanto você se entrega…

O Sagrado deve ser somente Seu. Por isso é único e especial, não existe como e nem o porquê outras pessoas, sejam eles, terapeutas..psicólogos…magos..bruxas e afins te falarem como adentrar o interior de sua alma, ou melhor, o cerne de sua alma.

Quando alguém for lhe auxiliar na busca, esta pessoa deve sim te conduzir de maneira que você encontre a direção das verdadeiras…profundas…e muitas vezes também doloridas respostas que estão contigo e só você que sabe este caminho…

É de antiga sabedoria que quando sintonizamos e nos permitimos adentrar em nosso Sagrado…tudo de desvela. Sendo assim, esteja preparada para novas realidades, percepções e quebras de padrões.

Cada pessoa têm seu próprio caminho e escolhas das quais a história se torna única e é esse respeito na singela e tão poderosa conexão com o Ser que chamo atenção…

Seja em palavras, verso e prosa…

Seja entoando um canção,

Ou uma simples reflexão do seu ser.

Existe algo de sagrado…reconecte-se!

logo ninfa do amor

O que me atraiu para espiritualidade e fé

Espiritualidade e fé : um relato!

Antes de compartilhar com vocês o que me atraiu para espiritualidade e fé eu mesmo questionei algumas coisas…

O entendimento sobre este termo espiritualidade…afinal o que significa para mim? Fui lá no nosso amigo “Google” e coloquei a palavra Espiritualidade e etimologicamente apareceu:

substantivo feminino
1.qualidade do que é espiritual.

2. característica ou qualidade do que tem ou revela intensa atividade religiosa ou mística; religiosidade, misticismo.

 Eu me sinto mais livre de pré conceitos como este…pensei….a minha liberdade permite transitar por diversas formas e expressões de realidade consideradas ou não como religiosidade ou mística.

Estava com um amigo, em momento de reflexão… e de repente ele me perguntou:

  • Por que eu me interessei pela espiritualidade?!

No momento que respondia, também refletia a respeito…Então vai lá…resolvi compartilhar com vocês…

Compartilhando…

São duas ocasiões que guardo na memória e me levam a crer que refletem minha decisão.

Quando tinha em torno de 14 anos fazia parte de uma grupo de jovens da igreja católica e num dia resolvi perguntar ao padre…

– Porquê que a igreja católica não aceitava a reencarnação se na própria bíblia havia a passagem do retorno de Jesus Cristo?!!

Me lembro até hoje o sembrante do padre me dizendo que não responderia tal questionamento.

Resultado: não fui mais ao grupo de jovens e comecei minha busca por respostas. Leituras e mais leituras e passagens por várias religiões…

Acredito que minha curiosidade foi despertada no momento em que a resposta não veio…

espiritualidade e fé_imagem de nossa senhora aparecida

 

Sempre pensei em Nossa Senhora sem aquele manto azul e como se fosse minha Mãe pretinha! Deveria ter uns 7 a 8 anos e eu tinha uma pequena, mais pequena mesmo…imagem de Nossa Senhora Aparecida. Eu gostava dela e peguei um “toco” de madeira e a coloquei em cima. Ela ficava numa estante em meu quarto.

Minha tia veio me visitar e me perguntou se eu era devota de Nossa Senhora Aparecida e eu não sabia o que era ser devota e não quis perguntar…rss mas respondi: Eu gosto dela!

Acredito que sempre foi algo forte em meu Ser.

 

Importante! Hoje consigo ver Nossa Senhora Aparecida em outras religiões, como por exemplo sendo a representação de Oxum na Umbanda e Candomblé. O olhar aberto permite que você descubra os desdobramentos de Amor em suas diferentes formas, basta estar atento!

Compartilho com vocês, porque somos feitos de histórias!

ninfadoamor

Eii…dá uma olhadinha aqui!!!

Você pode gostar também destes posts…

Vivências: Porquê resolvi compartilhar…

Para que eu vim…falar com pessoas