Dançar à Essência em Paula Freitas – PR

Município leva dança criativa para professoras desenvolverem suas habilidades.

Tive a honra de facilitar o Dançar à Essência, neste último dia 9 de Abril no município de Paula Freitas – PR. As beneficiadas com esse projeto foram as professoras da Escola Mauro de Oliveira Cavalin. Esse programa se encaixa perfeitamente no momento em que estamos vivenciando, da pandemia Covid-19.

Professores e a pandemia

Os professores desde o início da pandemia tiveram de reinventar-se, primeiro veio todo o estresse inicial da situação e para dar continuidade as aulas, saíram do presencial e passaram para o on-line, estão tendo de trabalhar com as dificuldades de acessos á Internet dos alunos e pais ou quando estão on-line, manter eles prestando atenção e realizando as atividades. Os alunos realizando atividades em casa que são enviadas, mas isso também precisa de disciplina e de uma cultura do aprender de forma remota. Muitos passaram a atender integralmente por ferramentas de conversas como WhatsApp. Não houve um preparo, não houve tempo para isso e sim, uma responsabilidade para não ocorrer a evasão escolar.

Sendo assim, manter a saúde dos professores é de extrema importância para que eles possam dar continuidade em seu ofício de lecionar.

Dançar à Essência

O Dançar à Essência colabora com o bem estar além de trabalhar questões emocionais, o desenvolvimento pessoal e aguça a criatividade de todos que participam. Esse projeto une a dança criativa com as práticas de dancaterapia.

O objetivo da dança criativa é a prática dos movimentos de forma dinâmica onde o dançarino utiliza sua interpretação nos movimentos dando vida às suas expressões e criatividade e trazendo isso para sua vida cotidiana.

E quem de nós já não ouviu uma música e pôs-se a chorar? A música traz recordações, mexe com humor, vai do consciente ao inconsciente e vai além, gera múltiplos acessos. E quando permite-se que o corpo também expresse, libera-se o potencial criativo e curativo.

Com a dança criativa em forma de dançaterapia é proporcionado momentos de explorar sensações, emoções e de muito autoconhecimento. Um linguagem democrática que resgata e amplia percepções.


“A dança, por isso, não é apenas a transparência do divino, assim como uma janela aberta, uma vista para o divino. A dança também não é uma viva imagem reminescente – a dança é, em tempo e espaço, um signo, um acontecimento visível, uma forma cinética para o invisível.”

WOSTIEN, 2000.

Alguns momentos…em Paula Freitas – PR

Levar oficinas de arte como ferramenta para manutenção da saúde cognitivo emocional e assistência num momento de pandemia e que exige ações para gerenciamento de crises e saúde foi o Projeto aprovado pela Lei Aldir Blanc no Município de Paula Freitas – PR.


✨ Todos os protocolos referente ao Covid-19 sendo respeitados.

Scharlene Amarante membro do Conselho Internacional de Dança – CID – UNESCO

Ninfa do Amor agora com reconhecimento internacional na organização mundial em dança.

É com muita honra e alegria que venho compartilhar este reconhecimento. Sem as pessoas que fizeram e fazem aulas, encontros e vivências, e que, acompanham meu trabalho não seria possível.

Gratidão a todas as Rosas e Cravos de meus Jardim!!

Gratidão a parceria com a UNESPAR e o Programa de Extensão intitulado “Observatório Polonês da Unespar” que vincula-se à Área Temática “Cultura” do Plano Nacional de Extensão Universitária (FORPROEX) por meio da linha “Patrimônio Cultural, histórico, natural e imaterial”. Estudo e represento os “cyganie polski” pela comunidade polonesa através do  Observatório Polonês da UNESPAR onde sou coordenadora das sessões das “Expressões culturais polonesas” – “Polskie Ekspresje Kulturowe”  onde ampliamos o olhar Polônico para abraçar os Eslavos como um todo e a sessão ”Ciganos na Polônia” – “Cyganie w Polsce”. 

Represento os ciganos poloneses e colaboro com o Folclore Polonês pela Associação Cultural Karol Wojtyla. Gratidão pela acolhida!!

Desde Março sou reconhecida como Membro do Conselho Internacional de Dança – CID UNESCO que é a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

O CID é a organização oficial para todas as formas de dança em todos os países do mundo. O International Dance Council CID é uma organização não governamental, que foi fundada em 1973 na sede da UNESCO em Paris, onde está sediada.

O CID olha para todas as formas de dança de forma igual e assim não promove uma visão particular da dança, reconhecendo seu caráter universal como forma de arte, como meio de educação e como objeto de pesquisa.

Fico imensamente feliz sabendo que fui reconhecida pelo meu trabalho ancestral com as danças, onde trago as danças que conectam como forma terapêutica de expressar e curar.

Em honra a meus ancestrais eu danço e curo!!

Hoje trabalho com a danço como ferramenta para o desenvolvimento humano e dentre elas, estão:

🌹 Danças Ciganas
🌹 Dançaterapia
🌹 Danças Orientais
🌹 Danças Ritualísticas
🍃 Vivência Dançar a Essência
🍃 Vivência da Ancestralidade
🍃 Vivências Xamânicas
🍃 Vivências Wiccan

Gratidão!

Scharlene Amarante vestida de cigana

Lindo de ver e dançar: I Festival de Danças Ciganas de União da Vitória – Pr

Para celebrar 1 ano de dedicação e trabalho com danças por aqui, nada melhor que convidar pessoas que fizeram e fazem parte de minha caminhada para um momento especial e resumindo:

Muito feliz em fazer parte da história da dança de União da Vitória – Paraná e também, deste lindo desabrochar das “Rosas Espiraladas” que foi a 1ª apresentação de Danças Ciganas com uma fusão de Rumba Gitana e Danças Orientais.

Mulheres lindas e empoderadas com alma musical e dançante!

Gratidão imensa pelo aceite e participação!!

Essa é minha turminha…amigas e minhas alunas!!

Nelsi Jackmiu, Vera Cristina, Vanessa Bley Bonato e Rosana Clivatti.

O I Festival de Danças Ciganas já está no meu canal do YouTube!!